Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

Os primeiros passos no Robotic Studio!

 

Com o desenvolvimento tecnológico dos últimos anos, existe cada vez mais sistemas robotizados no mundo a interagir com os humanos, nesse sentido e para diminuir possíveis erros e gastos adicionais, torna-se aconselhável simular o comportamento do robot antes do mesmo ser criado de modo a detectar possíveis erros que só se determinam quando se vê o robot a funcionar, pode ainda interagir com o robot já construído fazendo um bom interface com o mesmo.
A Microsoft desenvolveu esta ferramenta para criação de softwares para robôs. Robotics Studio conta com um pacote completo para desenvolvimento e também recursos especiais para visualização e simulação dos robôs, proporcionando assim toda a elaboração e controlo de projecto na área de robótica.
Um dos vários recursos importante é o controlo de equipamentos por meio de interfaces via web graças a um "run-time" capaz de executar as aplicações geradas no Microsoft Robotics Studio.
Com essa iniciativa a Microsoft dá um passo importante para o mercado de automação e espera a colaboração de várias empresas do mercado que possam disponibilizar drivers compatíveis com diversas plataformas de hardware.
O Microsoft Robotics Studio pode ser usado com uma variedade de plataformas robóticas já configuradas, onde possui drivers e interfaces para robôs e kits já conhecidos onde ele é compatível com as aplicações, serviços e robots de empresas como a CoroWare, iRobot, KUKA Robot Group, the LEGO Group, Parallax, RoboDynamics, Robosoft, RoboticsConnection, Senseta, Sharp Logic ou Surveyor, entre outras. Além disso, muitas outras empresas inscreveram-se no Programa de Sócios da Microsoft Robotics Studio para lançarem aplicações e robots compatíveis no futuro, entre as quais se contam a Braintech, Camelot Robotics, Cerebellum, Graupner, Hanulkid, InTouch Health, MicroInfinity, Mostitech, RidgeSoft, Robo3, VIA Technologies e a Yujin Robot.
O simulador é uma ferramenta que permite aos utilizadores a modelagem de condições reais, e a visualização dos tipos de resultados que podem ser previstos em diferentes cenários.
A simulação de sistemas normalmente é utilizada para o projecto de sistemas ainda não existentes, na impossibilidade de realização experimental com o sistema real, quando a experimentação utilizando o sistema real é indesejável, para compressão ou expansão da escala de tempo, para avaliação do desempenho de sistemas e para experimentação e instrução.

 Ao iniciar o VPL é-nos apresentado um conjunto de blocos que podem ser adicionados á zona do diagrama e em conjunto definirem o comportamento ou acção. Assim a primeira barra com blocos é a representada na Figura.
 
 
 
De acordo com blocos disponíveis temos:
- “Activity”, permite ao utilizador definir uma actividade, no caso de um robot, por exemplo, o accionamento de um motor do robot,
-“Variable”, faz o armazenamento de um valor ou estado,
-“Calculate”, calcula um valor, suporta caracteres como o +, -, *, / e %,
 -“Data”, cria um dado de um certo tipo,
            - “Join” combina as mensagens consoante os sinais que recebe,
 -“Merge”, faz a junção das mensagens recebidas,
- “if” estabelece uma conexão mediante uma certa condição que é estabelecida,
-“Switch”, é parecido com o if, no entanto, este pode ter um conjunto grande de condições e mediante a condição estabelecida estabelece a conexão,
-“List” cria uma lista de variáveis, essas variáveis podem ser de vários tipos, útil para guardar informação
-“List Functions” proporciona funções para adicionar, remover, fazer a triagem e inverter os itens da lista
- “Comment” faz o display de uma mensagem de texto.
 
De seguida mostro a montagem que fiz e que está num dos exemplos do robotic studio, que foi testado e aprovado.
 
 
Para fazer a simulação escolhe-se um manifesto válido como se ve na figura seguinte:
 
 
O resultado é um robo que circula consoantes os comandos que lhe são dados.
Estes são alguns passos necessários para usar o programa com sucesso, caso queiram saber mais, podem pedir-me o relatório do trabalho que fiz.
Em breve irei postar mais detalhes sobre este trabalho.
CUmprimentos
publicado por pedromi às 18:50
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

C# - Manipulação de f...

Cada vez mais é necessário guardar informação num documento texto para posterior consulta ,sendo necessário, no caso da ...

Ler artigo
publicado por pedromi às 13:16
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

Ubuntu - Como obter?

Para quem queira obter o Linux Ubuntu e não tem possibilidade de fazer o download, podem pedir que o Ubuntu vá a sua ...

Ler artigo
publicado por pedromi às 13:51
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

Ubuntu - Será a melho...

Neste momento, primeiro semestre de aulas e exames está a terminar, e depois de muito usar o meu portátil, é necessário...

Ler artigo
publicado por pedromi às 18:31
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

CSharp - Conceitos bá...

C# é a nova linguagem de propósito geral orientada a objectos criada pelaMicrosoft para a sua nova plataforma .NET. ...

Ler artigo
publicado por pedromi às 00:18
link do post | comentar | favorito
Domingo, 10 de Fevereiro de 2008

C Sharp

C# é uma linguagem de programação orientada a objectos criada pela Microsoft, faz parte da ...

Ler artigo
publicado por pedromi às 21:06
link do post | comentar | favorito
Domingo, 10 de Fevereiro de 2008

RFID – Radio Frequenc...

Esta nova tecnologia, utiliza as frequências de rádio para a identificação de pessoas ou animais, produtos e objectos, ...

Ler artigo
publicado por pedromi às 20:37
link do post | comentar | favorito

.Algo sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os primeiros passos no Ro...

. C# - Manipulação de fiche...

. Ubuntu - Como obter?

. Ubuntu - Será a melhor es...

. CSharp - Conceitos básico...

. C Sharp

. RFID – Radio Frequency ID...

.arquivos

. Julho 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags